06/11/2017 21h48

Alimentação para presos da Máxima vai custar R$ 13 milhões por ano

A Máxima fica na rua Indianópolis, no Jardim Noroeste. Foto: Autor desconhecido

O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), contratou a Real Food por R$ 13 milhões para fornecer alimentação ao Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima de Campo Grande.

Nesta segunda-feira (6), a Agência divulgou a homologação da licitação para compra da alimentação. O contrato vai custar, por mês, R$ 1.096.118,83 e, ao longo de um ano, R$ 13.153.425,92.

Ainda de acordo com a publicação, a empresa vai atender também Centro de Triagem "Anízio Lima". A Máxima fica na rua Indianópolis, no Jardim Noroeste, na Capital.

Outra compra - O Governo também comunicou o resultado da licitação para fornecimento de alimentos por R$ 3 milhões. O contrato vai atender a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Do Campo Grande News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.