04/12/2017 13h50

Suspeito de matar idosa é preso e nega crime

Foragido da justição é apontado como suspeito do crime. Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News

Policiais militares com auxílio de lideranças indígenas prenderam na manhã desta segunda-feira (4), Marcelo da Silva Gonçalves, 29. Ele é o principal suspeito pela morte da cadeirante Nilza Fernandes, 73, atingida por aproximadamente 50 facadas ocorrida na noite de domingo (3).

Contra ele já havia um mandado de prisão expedido pela Justiça.

A prisão ocorreu na região do Hospital Universitário, no bairro Altos do Indaiá. Marcelo negou o crime à polícia e afirmou ter sido praticado por adolescente de 14 anos, porém, testemunhas afirmam ser ele o autor.

O rapaz acabou encaminhado ao 1º Distrito Policial de Dourados e as investigações continuam.

O crime

Na noite de domingo, Nilza foi assassinada a facadas de forma brutal dentro de sua casa, na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados. De acordo com relato de populares, ela e o suspeito possuem rixa antiga por conta do terreno onde residem.

Em circunstancias ainda apuradas pela polícia, o rapaz teria se deslocado até a casa da mulher e efetuado aproximadamente 50 golpes de faca contra o seu corpo.

Do Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.