12/03/2017 22h53

Em Itaporã, homem agride esposa grávida pulando em sua barriga e pode ter matado criança

Junior Cesar Pereira de Brito. Foto: Divulgação/PM

Durante uma briga de casal residente no bairro Pioneira I, em Itaporã, o homem agrediu a esposa pulando em cima da sua barriga, a mulher estava grávida e exame de ultrassom não constatou qualquer batimento cardíaco do feto.

Curta o iFato no Facebook

O infeliz fato ocorreu, aproximadamente, às 19h30 de domingo (12), quando vizinhos do casal presenciaram as agressões e acionaram a Polícia Militar que prendeu o acusado, Junior Cesar Pereira de Brito (26), e conversou com a mulher que aguardava atendimento no Hospital Municipal de Itaporã.

Conforme relatos da vítima, ela estava na residência na companhia de sua filha pequena (não foi relatada a idade), quando Junior chegou embriagado, eles começaram a discutir, então ele pegou uma faca de serra e disse que mataria a mulher, o filho (a) que estava em sua barriga e a outra criança.

Neste momento a vítima correu para fora da residência, mas Junior a alcançou e começou a bater a cabeça dela contra um poste, depois derrubou ela no chão e começou a pular em cima de sua barriga, segundo ela, com intenção de matar a criança que ela está esperando.


Morador em Itaporã que agrediu mulher gestante tem prisão preventiva decretada

NOTÍCIA BOA! Apesar de homem pular na barriga de gestante, médicos conseguem constatar batimentos cardíacos do feto

Briga entre casal em Itaporã teria iniciado devido a leite de criança


Então vizinhos do casal, sabendo que ela estava grávida, interviram na briga e encaminharam a mulher para atendimento no Hospital Municipal de Itaporã.

Conforme a vítima, está não é a primeira agressão, mas ela não teria denunciado por medo da reação do homem.

Os policiais militares entraram em contato com o médico plantonista, que relatou que em exames preliminares não foi constatado nenhum batimento cardíaco do feto (não foi divulgado de quantos meses a mulher está grávida), então um obstetra foi acionado e a mulher aguarda este atendimento.

 

Por Aislan Nonato, do iFato

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.