19/02/2015 19h47

Moradores organizam protestos por melhorias na MS-156, entre Itaporã e Douradina

Fotos por Aislan Nonato/iFato

Moradores do distrito de Montese estão se organizando para reivindicar melhorias no trecho da MS-156, entre Itaporã e Douradina.

Segundo os moradores, o mais urgente é o recapeamento geral e reperfilamento da via para ter condições minímas de trafegabilidade com segurança. Depois, em um futuro próximo, planejar a duplicação da rodovia, que tem 35 km até Douradina.

O trecho, que passa pelos distritos itaporanenses de Montese e Piraporã, apresenta muitos buracos, a pista está estreita e com as chuvas dos últimos dias a tendência é que a situação piore ainda mais.

Fabio Silva, um dos organizadores do protesto relata que “vale ressaltar que o protesto e toda nossa indignação, não é com o prefeito, nem com os vereadores, até por que nenhum prefeito ou vereador fez algo pela rodovia citada que é responsabilidade do Governo do Estado. Só queremos somar forças para que seja tomada alguma providência. Toda ajuda é bem vinda sem envolver politica!”

Willian Rocha, usuário da via, relata a importância do movimento, “acho muito válido esse protesto, pois trabalho há seis anos na escola de Montese e sempre foi uma estrada de tráfego intenso e para que não percamos mais vidas temos sim que fazer algo.”

Uma das idealizadoras do protesto, Ivini Campos esclarece que o ato é composto por todas as pessoas que utilizam a via e não somente moradores de Montese, “precisamos da ajuda de todos!”

Os idealizadores irão reunir-se para programar as ações que serão desenvolvidas até alcançarem o objetivo que é a melhoria da rodovia.

A equipe do iFato foi até o início da rodovia e em 200 metros percorridos tiramos as fotos abaixo com vários buracos em tão pouco espaço.

 

iFato

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.