30/06/2017 16h13

Colheita do milho safrinha começa em MS com previsão de safra recorde

Colheita do milho safrinha começou na última semana de junho, em MS. (Foto: Aprosoja/MS)

A colheita do milho 2ª safra começou nesta semana e ainda está tímida, com 0,7% de área colhida em 16 municípios de Mato Grosso do Sul. A expectativa é de safra recorde, já que o clima colaborou com a produção.

Segundo a Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja), a colheita está mais concentrada na região sul, com nove municípios com as máquinas no campo.

A única região que não registra início da colheita é a sudeste, já que os produtores aguardam diminuição da umidade dos grãos para colher.

Em todas as regiões, as condições climáticas são favoráveis e as lavouras apresentam bom potencial de produtividade. Pragas, doenças e plantas daninhas estão controladas. A exceção é a região norte, onde nas últimas semanas as chuvas estão escassas. Porém, as lavouras também estão com bom potencial de produtividade.

Os municípios da região norte que iniciaram a colheita, são as seguintes: Cassilândia, Chapadão do Sul e Costa Rica. No centro-norte, apenas São Gabriel do Oeste começou a colher, sendo que na região centro, Terenos e Sidrolândia já tiram os grãos dos campos.

Como há muita umidade na região sudeste e sudoeste, a colheita ainda não começou.

Os municípios do sul que começaram a colher são os seguintes: Itaporã, Caarapó, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Vicentina, Amambai, Aral Moreira, Laguna Carapã e Ponta Porã.

Expectativa de produção - Para o milho 2ª safra 2016/2017, a estimativa é que o Estado tenha área plantada de 1,800 milhão de hectares, sendo a projeção de volume de produção de 9,180 milhões de toneladas. A produtividade média esperada é de 85 sacas por hectare.

Este número é 45,5% maior se comparado na 2ª safra do ano passado, quando houve quebra na produção de milho devido a questões climáticas, sendo que a produtividade média do Estado foi de 58,4 sacas por hectare.

Por Renata Volpe Haddad, do Campo Grande News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.