22/09/2017 16h11

MS colhe 9,8 milhões de toneladas de milho 2ª safra

Foto: Divulgação/Governo Federal

Após safra recorde de soja, Mato Grosso do Sul registra produção de 9,8 milhões de toneladas de milho na safra de inverno 2016/2017, o maior resultado de sua história. O dado foi publicado na Circular Técnica nº 226 do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), divulgada nesta sexta-feira (22) pela Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul).

Isso significa que a produção estadual cresceu 61% em relação à safra 2015/2016.

Ainda de acordo com o levantamento, foram plantados 1,8 milhão de hectares nesta safra, o que representa acréscimo de 3,4% de área na comparação com o ciclo passado.

Já em relação à produtividade média estadual, foi registrado 51% de evolução no número, que na safra 2015/2016 foi de 58,4 sacas por hectare e, agora, chegou a 88,3 sacas por hectare.

A circular ainda aponta que, nos últimos cinco anos, entre a safra 2011/2012 e a safra 2016/2017, a produção de Mato Grosso do Sul cresceu 47%, a área plantada teve acréscimo de 38% e, a produtividade, teve evolução de 10%.

Municípios campeões

Ainda segundo o levantamento do Siga MS, as cidades campeãs em produção de milho na safra 2016/2017 do estado foram:

1º - Maracaju: 1,4 milhão de toneladas

2º - Sidrolândia: 918 mil toneladas

3º - Ponta Porã: 790 mil toneladas

4º - Dourados: 728 mil toneladas

5º - São Gabriel do Oeste: 550 mil toneladas

Para avaliar a produtividade da cultura de milho de inverno, foram coletadas amostras em municípios de sete regiões diferentes de MS. Na região norte foram obtidas 159 amostras de produtividade, na região centro-norte, 138 amostras. Na região centro, 118 amostras, na região sudoeste foram 195, outras 175 na região sul, 162 na região sul-fronteira e 160 na região sudeste. O total coletado foi de 1.107 amostras.

Do Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.