26/05/2016 18h16

Saiba por quê a saca de soja pode ir à R$ 100; com vídeo

Nesta quarta-feira (25) a soja atingiu o maior valor da história no Brasil. A saca fechou negociada a R$ 91 no Porto de Paranaguá. E o ciclo de alta parece estar apenas no começo, já que mais consultorias projetam soja valendo R$ 100 por saca nos próximos meses.

Curta o iFato no Facebook

Em quanto tempo a saca de soja chegaria a R$ 100? Para o analista da consultoria americana FC Stone, Étore Baroni, em pouco mais de um mês o preço deve ser uma realidade no Brasil.

“É uma questão de tempo. Acredito que a soja chega a R$ 100 a partir de julho, base porto. A exportação está forte, o esmagamento vem melhorando, o produtor já está bem vendido e segurando a oferta. Os prêmios estão subindo e a cotação na bolsa de Chicago vai subir mais também”, complementa.

A Brandalizze Consulting também projeta novos recordes de preços para a soja já nos próximos dias.  Segundo o analista de mercado, Vlamir Brandalizze, até o fim do ano a soja vai chegar nas indústrias brasileiras a R$ 100 reais por saca.

“Tem fundamento porque a demanda internacional está aquecida, o farelo global está muito forte e a procura pelo grão está muito forte. Tem muita incerteza na safra americana com período de chuvas em excesso. Tudo isso acaba refletindo. O principal fator é que vendemos mais soja do que está programado, estamos embarcando níveis recordes. Automaticamente não tem como não faltar soja no mercado brasileiro. Temos uma demanda muito grande de óleo e farelo por aqui também”, explicou o consultor na edição de Mercado&Cia desta quinta-feira.

O diretor da Carlos Cogo Consultoria também prevê cotações mais altas para o mercado de soja.

“Esses números são midiáticos, mas não são importantes. De qualquer forma, basta a soja encostar em US$ 11 por bushel, com prêmio no porto para julho cotado em +90 cents por bushel e o dólar subir, por exemplo, para R$ 3,75 a R$ 3,80 e o preço chegaria aos R$ 100 saca”, conclui o analista de mercado, Carlos Cogo.

Kellen Severo, do Canal Rural

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.