04/10/2015 23h04

Dúvidas e informações sobre a doação de sangue e o hemocentro de Dourados

Reprodução Hemocentro de Dourados está localizado perto do Atacadão.

O hemocentro de Dourados recebe doadores de toda Região. Costumeiramente a demanda por sangue é maior do que o número por doadores, daí a importância e conscientização para que o maior número de pessoas colaborem com a causa.

Abaixo algumas dúvidas e informações sobre a doação de sangue e o hemocentro de Dourados.

As senhas para doação de sangue serão distribuídas entre 7h e 11h e o hemocentro também coleta sangue para registro de doador de medula óssea.

O hemocentro está localizado na rua Valdomiro de Souza, anexo ao PAM, na Vila Industrial. O telefone de contato é o (67) 3424-4192 ou 3424-0400.


Localização do hemocentro com pontos de referência.
 

Para doar

  • Levar documento oficial com foto;
  • Estar em boas condições de saúde, não estar gripado ou com outra infecção;
  • Estar descansado e alimentado;
  • Ter entre 18 e 69 anos de idade;
  • O limite para a primeira doação será de 60 anos de idade;
  • Menores entre 16 e 17 anos de idade, podem ser aceitos com autorização do responsável legal;
  • Pesar mais de 55 quilos.

Recomendações

  • Não ingerir bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes da doação (para quem beber com moderação);
  • Não fumar 1 hora antes e após a doação;
  • Tomar café da manhã antes da doação;
  • Evitar alimentos gordurosos no dia da doação.

Não devem doar

  • Quem teve hepatite após 11 anos de idade;
  • Doença de Chagas;
  • Homens e mulheres com múltiplos parceiros sexuais e que têm relações sem o uso de preservativo;
  • Pessoas que compartilham seringas;
  • Pessoas que fazem uso de drogas injetáveis ilícitas;
  • Pessoas infectadas pelo HIV e seus parceiros.

Deve aguardar para doar

  • Quem fez transfusão de sangue .....................................12 meses
  • Tatuagem, maquiagem definitiva, piercing....................6 a 12 meses
  • Quem se submeteu a cirurgias ....................................... 3 meses a 1 ano
  • Parto normal ou cesariana............................................... 12 semanas
  • Dengue clássica................................................................. 1 mês após a cura
  • Dengue hemorrágica ........................................................ 6 meses após cura
  • Doença sexualmente transmissível-DST....................... 12 meses após cura
  • Gripe (após o término dos sintomas).............................. 7 dias
  • Gestação............................................................................... aguardar até 12 semanas após o parto
  • Amamentação...................................................................... parto ocorrido há mais de 12 meses
  • Medicação............................................................................ a critério médico
  • Acupuntura........................................................................... 1 ano
  • Piercing (oral e genital).......................................................12 meses da retirada
  • Procedimentos endoscópicos........................................... 6 meses

Após a vacinação, deve aguardar:

  • Antirrábica (após a mordedura) - 1 ano
  • Antirrábica (preventiva) - 4 semanas
  • Antitetânica- 48 horas
  • BCG -4 semanas
  • Febre amarela - 4 semanas
  • Gripe - 48 horas
  • H1N1/Gripe - 48 horas
  • Hepatites A e B - 48 horas
  • Rubéola - 4 semanas
  • Sarampo - 4 semanas
  • Varicela - 4 semanas
  • HPV - 48 horas

Intervalo entre doações

  • Homens .............2 meses – Máximo 4 vezes anuais
  • Mulheres .......... 3 meses – Máximo 3 vezes anuais

Todo sangue colhido dos doadores passa por exames, de acordo com o protocolo da Fiocruz. São realizados testes de tipagem sanguínea, doença de Chagas, sífilis, hepatite B, hepatite C, HIV, HTLV I/II e Hemoglobina S.

Apesar da realização de vários testes com o sangue doado, antes de sua liberação para outras pessoas, não existe 100% de segurança para o paciente/receptor, pois há um período chamado de janela imunológica, que é o tempo entre a contaminação por agentes infecciosos e a positividade do teste. Por isso são muito importantes as respostas dadas durante a triagem clínica.

Medula
Conforme informado ao Jornal Douradosagora, o Hemocentro de Dourados também incentiva o cadastro para doação de medula óssea já que doadores compatíveis com os pacientes são raros.

Confira os pré-requisitos para doação de sangue e medula óssea:

O que é medula óssea?
A medula óssea é um tecido líquido encontrado no interior dos ossos. É responsável por produzir as células do sangue, ou seja, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.

Quem pode doar?
Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos em bom estado de saúde. O doador é identificado geneticamente, através de um exame de HLA e inscrito no REDOME – Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea. Quem tem AIDS, Hepatite B ou C, é portador de doenças crônicas e fez tratamento quimioterápico ou radioterápico contra câncer, não pode ser doador de medula óssea

Quando ocorrerá a doação de medula óssea?
Quando surgir um doente compatível, o doador será consultado para decidir quanto a doação. Após sua confirmação, outros exames serão necessários e o estado de saúde do doador será avaliado. Só então ele deverá deslocar-se até um Centro de Transplante de Medula Óssea designado pelo REDOME, onde será feita a doação. Não haverá despesas para o doador.

Quando o transplante de medula óssea é indicado?
É indicado para alguns pacientes portadores de doenças que afetam as células sanguíneas e consiste na substituição da medula óssea doente por medula óssea normal.

Como ocorre a doação?
A medula óssea é retirada por punção, em centro cirúrgico, sob anestesia geral, o que leva em torno de 90 minutos. Retira-se menos de 10% de medula óssea que, em poucas semanas, estará totalmente reconstruída. Também podem se doadas as células precursoras de medula óssea através de um procedimento semelhante à doação de sangue. Neste caso, o doador só precisa receber uma medicação durante alguns dias e não há internação. O doente recebe então a nova medula ou as células precursoras por meio de uma transfusão.

Há risco para o doador?
Segundo as autoridades em Saúde, não há risco ou restrições médicas e o doador poderá levar sua vida normalmente, como antes.

Quais os documentos necessários para o cadastro?
O Candidato à doação dever trazer o RG, CPF, e o Cartão SUS, se tiver.

 

Dourados Agora

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.