22/11/2017 15h01

Exame aumenta em 100% as chances de cura do câncer de próstata

Novembro é o mês dedicado ao combate ao câncer de próstata. Na manhã desta sexta-feira (10.11) servidores da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) receberam a equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para a ação preventiva “Novembro Azul”, que alerta o cuidado com a saúde do homem.

Conduzida pelo especialista titular da Sociedade Brasileira de Urologia, Nelson Trad Filho, a palestra abordou mitos e verdades sobre o câncer de próstata. Servidor efetivo do Estado e coordenador da urologia na SES, o médico alertou que essa é uma doença silenciosa e ressaltou a importância do exame preventivo. “O exame que pode detectar a doença dura menos de 10 segundos. A descoberta precoce aumenta em 100% a chance de cura” enfatizou o especialista.

Para evitar o câncer de próstata, homens a partir dos 45 anos devem procurar o urologista regularmente. Porém, segundo o especialista, o maior fator de risco está no histórico familiar, que deve ser um sinal de alerta para os homens.

O cuidado que as mulheres têm com a própria saúde, e a importância que elas têm na vida do homem nesses casos foi lembrado pelo titular da SAD, Carlos Alberto de Assis. “É muito importante fazer os exames, fazer a prevenção, mas a saúde do homem ainda é um tabu. E a mulher tem um papel fundamental na vida do homem, que é de fazer o alerta e muitas vezes convencer o homem a fazer a consulta”, observou Assis.

Para a servidora Andrea Freitas, a ação vem mais uma vez somar na vida dos servidores. “Mais uma vez o Governo do Estado esta de parabéns por trazer esse tipo de orientação pro nosso dia a dia. É uma forma de trazer a informação, de tirar as dúvidas e aumentar as chances de um diagnóstico precoce. Vou levar esse alerta para o meu marido e para todos os homens da minha família” destacou.

Aos 62 anos, o servidor Nelson Mira conta que pelo histórico familiar faz os exames desde os 40. “Isso é muito importante porque faz um alerta a todos os homens que muitas vezes por timidez não procuram o médico. Meu pai teve câncer de próstata e desde lá a gente vem sendo assistido. E não é só o câncer, tem outros problemas que podem ser detectados com o exame. Meus exames estão em dia, e aos 62 anos a saúde está 100%” comemora Nelson.

Dados da SES indicam que as mais de 60 palestras e campanhas de conscientização realizadas em todo Estado durante o Novembro Azul, tem surtido efeito positivo, com a redução no número de mortes por câncer de próstata, que registrou queda no numero de óbitos pela doença entre os anos de 2015 e 2017, caindo de 223 para 120.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no Brasil, sendo o mais frequente no sexo masculino, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Estatísticas apontam que a cada seis homens um é portador da doença.

Do Dourados News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do iFato.